14 Abril 2011



Ingredientes

  • 500g de chocolate ao leite
  • 100g de creme de leite
  • 1/2 xícara de cafézinho de conhaque (opcional)



Modo de Preparo


  1. Derreta o chocolate, junte o creme de leite (nata) e conhaque e retire do fogo, misture delicadamente e leve ao "coquelon" (panela de fondue) de barro ou de vidro com a chapa difusora de calor que existe em algumas marcas de aparelho
  2. Para a Fondue de chocolate, dê preferência a aparelhos com chama à vela.
  3. Sirva com frutas cortadas e dispostas nas tigelinhas.
  4. As frutas são da estação, mas a fondue também pode ser servida com wafles cortados em pedaços ou pão de mel (mas não para sobremesa, apenas quando for servida individualmente).
  5.  
Fonte: www.almanaqueculinario.com.br
publicado por naoseirirsocialmente às 17:19
tags:

14 Abril 2011



Ingredientes

  • 500g de chocolate ao leite
  • 100g de creme de leite
  • 1/2 xícara de cafézinho de conhaque (opcional)



Modo de Preparo


  1. Derreta o chocolate, junte o creme de leite (nata) e conhaque e retire do fogo, misture delicadamente e leve ao "coquelon" (panela de fondue) de barro ou de vidro com a chapa difusora de calor que existe em algumas marcas de aparelho
  2. Para a Fondue de chocolate, dê preferência a aparelhos com chama à vela.
  3. Sirva com frutas cortadas e dispostas nas tigelinhas.
  4. As frutas são da estação, mas a fondue também pode ser servida com wafles cortados em pedaços ou pão de mel (mas não para sobremesa, apenas quando for servida individualmente).
  5.  
Fonte: www.almanaqueculinario.com.br
publicado por naoseirirsocialmente às 17:19
tags:

14 Abril 2011



Ingredientes

  • 500g de chocolate ao leite
  • 100g de creme de leite
  • 1/2 xícara de cafézinho de conhaque (opcional)



Modo de Preparo


  1. Derreta o chocolate, junte o creme de leite (nata) e conhaque e retire do fogo, misture delicadamente e leve ao "coquelon" (panela de fondue) de barro ou de vidro com a chapa difusora de calor que existe em algumas marcas de aparelho
  2. Para a Fondue de chocolate, dê preferência a aparelhos com chama à vela.
  3. Sirva com frutas cortadas e dispostas nas tigelinhas.
  4. As frutas são da estação, mas a fondue também pode ser servida com wafles cortados em pedaços ou pão de mel (mas não para sobremesa, apenas quando for servida individualmente).
  5.  
Fonte: www.almanaqueculinario.com.br
publicado por naoseirirsocialmente às 17:19
tags:

14 Abril 2011
"Sem colesterol, não é possível viver, já que ele é um dos componentes básicos do sistema nervoso, das membranas celulares e ainda participa na formação de alguns hormônios, da vitamina D e da bile (produzida pelo fígado). Veja abaixo a relação de alimentos de origem animal de passe livre:

1. Peixes (magros)

2. Peito de frango sem pele

3. Carnes magras cozidas

4. Queijos brancos

Lembre-se:
  • consuma, no máximo, duas gemas de ovo por semana;
  • dê preferência às carnes brancas magras (aves e peixes), consumindo-as, no mínimo, 3 a 4 vezes por semana;
  • coma mais feijões, lentilha, ervilha, grão-de-bico, frutas, verduras, legumes e cereais integrais, pois são importantes fontes de fibras alimentares;
  • não use óleo no preparo de alimentos;  ensopados em vez de frituras;
  • ao comer fora de casa, não deixe de obedecer a sua dieta. Proteja seu coração, tendo uma alimentação saudável.

O colesterol do corpo tem duas origens: a produção do seu próprio corpo e o colesterol proveniente da alimentação. O corpo produz colesterol no fígado e esse colesterol produzido é capaz de suprir quase toda necessidade do organismo. O restante necessário deve ser proveniente do que você come. 

O colesterol está presente em carnes, leites e derivados, manteiga e gema de ovo.
Vários fatores podem ser responsáveis pelo colesterol alto. Além da má alimentação, como já falamos, ele pode ser uma conseqüência de fatores hereditários (que influenciam a maneira como seu corpo lida com o colesterol), estar acima do peso, falta de atividade física e problemas de saúde como diabetes, doenças renais, doenças do fígado e doenças de tiróide.

Comer muitos alimentos com colesterol pode fazer seus níveis de colesterol no corpo subirem, o que é conhecido por hipercolesterolemia.
Frutas, vegetais, e cereais não tem colesterol. No entanto, alguns alimentos que não contém colesterol podem conter gorduras trans, que fazem o seu corpo produzir mais colesterol. Alimentos com gorduras saturadas também fazem o seu corpo produzir mais colesterol.
O colesterol alto aumenta o risco de doenças do coração e pode levar a arteriosclerose, um problema em que gordura e colesterol se depositam nas paredes das artérias. Com o tempo, a arteriosclerose estreita as artérias e pode produzir sintomas de doenças do coração como angina (dor no peito) e ataque cardíaco.

É importante a alimentação saudável para poder manter um peso saudável.

- Coma frutas, vegetais, feijões, e cereais todos os dias.
- Evite gorduras saturadas, como a da manteiga e carne.
- Coma frango e peixe ao invés de carne vermelha.

Também é útil:

- Ler os rótulos dos alimentos para ver a quantidade de gordura e colesterol.
- Retirar a pele do frango antes de come-los.
- Beber leite desnatado ao invés do integral.
- Comer somente a clara do ovo.
  • lipoproteínas de baixa densidade (Low Density Lipoproteins ou LDL): acredita-se que são a classe maléfica ao ser humano, por serem capazes de transportar o colesterol do fígado até as células de vários outros tecidos. Nos últimos anos, o termo (de certa forma impreciso) "colesterol ruim" ou "colesterol mau" tem sido usado para referir ao LDL que, de acordo com a hipótese de Rudolf Virchow, acredita-se ter ações danosas (formação de placas arteroscleróticas nos vasos sanguíneos).
  • lipoproteínas de alta densidade (High Density Lipoproteins ou HDL): acredita-se que são capazes de absorver os cristais de colesterol, que começam a ser depositados nas paredes arteriais/veias (retardando o processo arterosclerótico). Tem sido usado o termo "colesterol bom" para referir ao HDL, que se acredita que tem ações benéficas.
Adulto sadio
Colesterol total ideal: até 200mg/dl
Limite aceitável: de 200mg/dl a 240mg/dl

Pessoas com fatores de risco
Colesterol total: até 130mg/dl

Pessoas com doenças coronarianas
Colesterol total: até 100mg/dl

Os alimentos de origem vegetal (verduras, legumes, frutas, leguminosas e grãos) ainda são ricos em fitosteróis, uma espécie de primo vegetal do colesterol (até a estrutura química deles é parecida). Os fitosteróis diminuem os níveis de mau colesterol no sangue e, por isso, protegem o seu coração.

Gordura trans=Gordura vegetal hidrogenada
Se na embalagem de qualquer produto tiver dizendo (Zero gordura trans), procure saber se tem gordura vegetal hidrogenada, porque se tiver significa  que tem sim gordura trans.

Limitar o consumo de queijos amarelos que são ricos em gordura saturada.

Frutas de coloração vermelha, alaranjada e roxas são ricas em antioxidantes que protegem as artérias do colesterol ruim.
Ex: uvas, ameixas, maçãs

Abacate ( diminui o colesterol ruim e aumenta o colesterol bom)
- 2 colheres de sopa de abacate por dia
- efeito aparece depois de 2 meses
- mais pot´ssio do que a banana
- bom para os ossos


As frutas cítricas como laranja, morango, goiaba e kiwi possuem a vitamina “C”, fundamental para o coração. Essa vitamina reforça as paredes das artérias e combate a formação das placas de gorduras.
A aveia, o feijão, maçã, cenoura, goiaba e os cereais, são fibras solúveis que auxiliam na remoção do colesterol ruim do corpo. Além das fibras, o tomate, é capaz de livrar as artérias do LDL ( colesterol ruim), pois ele cheio de licopeno (encontrada também na melancia e goiaba) pigmento vermelho que tem propriedades antioxidantes.

Farelo de aveia pode ser misturado com frutas e iogurte desnatado.

Linhaça com frutas.

Se você aumentar a quantidade de fibras na alimentação, você deve também aumentar a quantidade de água no decorrer do dia.

Fonte: 
http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/10621
http://www.minhavida.com.br
http://www.portaisdamoda.com.br
publicado por naoseirirsocialmente às 16:38
tags:

14 Abril 2011
"Sem colesterol, não é possível viver, já que ele é um dos componentes básicos do sistema nervoso, das membranas celulares e ainda participa na formação de alguns hormônios, da vitamina D e da bile (produzida pelo fígado). Veja abaixo a relação de alimentos de origem animal de passe livre:

1. Peixes (magros)

2. Peito de frango sem pele

3. Carnes magras cozidas

4. Queijos brancos

Lembre-se:
  • consuma, no máximo, duas gemas de ovo por semana;
  • dê preferência às carnes brancas magras (aves e peixes), consumindo-as, no mínimo, 3 a 4 vezes por semana;
  • coma mais feijões, lentilha, ervilha, grão-de-bico, frutas, verduras, legumes e cereais integrais, pois são importantes fontes de fibras alimentares;
  • não use óleo no preparo de alimentos;  ensopados em vez de frituras;
  • ao comer fora de casa, não deixe de obedecer a sua dieta. Proteja seu coração, tendo uma alimentação saudável.

O colesterol do corpo tem duas origens: a produção do seu próprio corpo e o colesterol proveniente da alimentação. O corpo produz colesterol no fígado e esse colesterol produzido é capaz de suprir quase toda necessidade do organismo. O restante necessário deve ser proveniente do que você come. 

O colesterol está presente em carnes, leites e derivados, manteiga e gema de ovo.
Vários fatores podem ser responsáveis pelo colesterol alto. Além da má alimentação, como já falamos, ele pode ser uma conseqüência de fatores hereditários (que influenciam a maneira como seu corpo lida com o colesterol), estar acima do peso, falta de atividade física e problemas de saúde como diabetes, doenças renais, doenças do fígado e doenças de tiróide.

Comer muitos alimentos com colesterol pode fazer seus níveis de colesterol no corpo subirem, o que é conhecido por hipercolesterolemia.
Frutas, vegetais, e cereais não tem colesterol. No entanto, alguns alimentos que não contém colesterol podem conter gorduras trans, que fazem o seu corpo produzir mais colesterol. Alimentos com gorduras saturadas também fazem o seu corpo produzir mais colesterol.
O colesterol alto aumenta o risco de doenças do coração e pode levar a arteriosclerose, um problema em que gordura e colesterol se depositam nas paredes das artérias. Com o tempo, a arteriosclerose estreita as artérias e pode produzir sintomas de doenças do coração como angina (dor no peito) e ataque cardíaco.

É importante a alimentação saudável para poder manter um peso saudável.

- Coma frutas, vegetais, feijões, e cereais todos os dias.
- Evite gorduras saturadas, como a da manteiga e carne.
- Coma frango e peixe ao invés de carne vermelha.

Também é útil:

- Ler os rótulos dos alimentos para ver a quantidade de gordura e colesterol.
- Retirar a pele do frango antes de come-los.
- Beber leite desnatado ao invés do integral.
- Comer somente a clara do ovo.
  • lipoproteínas de baixa densidade (Low Density Lipoproteins ou LDL): acredita-se que são a classe maléfica ao ser humano, por serem capazes de transportar o colesterol do fígado até as células de vários outros tecidos. Nos últimos anos, o termo (de certa forma impreciso) "colesterol ruim" ou "colesterol mau" tem sido usado para referir ao LDL que, de acordo com a hipótese de Rudolf Virchow, acredita-se ter ações danosas (formação de placas arteroscleróticas nos vasos sanguíneos).
  • lipoproteínas de alta densidade (High Density Lipoproteins ou HDL): acredita-se que são capazes de absorver os cristais de colesterol, que começam a ser depositados nas paredes arteriais/veias (retardando o processo arterosclerótico). Tem sido usado o termo "colesterol bom" para referir ao HDL, que se acredita que tem ações benéficas.
Adulto sadio
Colesterol total ideal: até 200mg/dl
Limite aceitável: de 200mg/dl a 240mg/dl

Pessoas com fatores de risco
Colesterol total: até 130mg/dl

Pessoas com doenças coronarianas
Colesterol total: até 100mg/dl

Os alimentos de origem vegetal (verduras, legumes, frutas, leguminosas e grãos) ainda são ricos em fitosteróis, uma espécie de primo vegetal do colesterol (até a estrutura química deles é parecida). Os fitosteróis diminuem os níveis de mau colesterol no sangue e, por isso, protegem o seu coração.

Gordura trans=Gordura vegetal hidrogenada
Se na embalagem de qualquer produto tiver dizendo (Zero gordura trans), procure saber se tem gordura vegetal hidrogenada, porque se tiver significa  que tem sim gordura trans.

Limitar o consumo de queijos amarelos que são ricos em gordura saturada.

Frutas de coloração vermelha, alaranjada e roxas são ricas em antioxidantes que protegem as artérias do colesterol ruim.
Ex: uvas, ameixas, maçãs

Abacate ( diminui o colesterol ruim e aumenta o colesterol bom)
- 2 colheres de sopa de abacate por dia
- efeito aparece depois de 2 meses
- mais pot´ssio do que a banana
- bom para os ossos


As frutas cítricas como laranja, morango, goiaba e kiwi possuem a vitamina “C”, fundamental para o coração. Essa vitamina reforça as paredes das artérias e combate a formação das placas de gorduras.
A aveia, o feijão, maçã, cenoura, goiaba e os cereais, são fibras solúveis que auxiliam na remoção do colesterol ruim do corpo. Além das fibras, o tomate, é capaz de livrar as artérias do LDL ( colesterol ruim), pois ele cheio de licopeno (encontrada também na melancia e goiaba) pigmento vermelho que tem propriedades antioxidantes.

Farelo de aveia pode ser misturado com frutas e iogurte desnatado.

Linhaça com frutas.

Se você aumentar a quantidade de fibras na alimentação, você deve também aumentar a quantidade de água no decorrer do dia.

Fonte: 
http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/10621
http://www.minhavida.com.br
http://www.portaisdamoda.com.br
publicado por naoseirirsocialmente às 16:38
tags:

14 Abril 2011
"Sem colesterol, não é possível viver, já que ele é um dos componentes básicos do sistema nervoso, das membranas celulares e ainda participa na formação de alguns hormônios, da vitamina D e da bile (produzida pelo fígado). Veja abaixo a relação de alimentos de origem animal de passe livre:

1. Peixes (magros)

2. Peito de frango sem pele

3. Carnes magras cozidas

4. Queijos brancos

Lembre-se:
  • consuma, no máximo, duas gemas de ovo por semana;
  • dê preferência às carnes brancas magras (aves e peixes), consumindo-as, no mínimo, 3 a 4 vezes por semana;
  • coma mais feijões, lentilha, ervilha, grão-de-bico, frutas, verduras, legumes e cereais integrais, pois são importantes fontes de fibras alimentares;
  • não use óleo no preparo de alimentos;  ensopados em vez de frituras;
  • ao comer fora de casa, não deixe de obedecer a sua dieta. Proteja seu coração, tendo uma alimentação saudável.

O colesterol do corpo tem duas origens: a produção do seu próprio corpo e o colesterol proveniente da alimentação. O corpo produz colesterol no fígado e esse colesterol produzido é capaz de suprir quase toda necessidade do organismo. O restante necessário deve ser proveniente do que você come. 

O colesterol está presente em carnes, leites e derivados, manteiga e gema de ovo.
Vários fatores podem ser responsáveis pelo colesterol alto. Além da má alimentação, como já falamos, ele pode ser uma conseqüência de fatores hereditários (que influenciam a maneira como seu corpo lida com o colesterol), estar acima do peso, falta de atividade física e problemas de saúde como diabetes, doenças renais, doenças do fígado e doenças de tiróide.

Comer muitos alimentos com colesterol pode fazer seus níveis de colesterol no corpo subirem, o que é conhecido por hipercolesterolemia.
Frutas, vegetais, e cereais não tem colesterol. No entanto, alguns alimentos que não contém colesterol podem conter gorduras trans, que fazem o seu corpo produzir mais colesterol. Alimentos com gorduras saturadas também fazem o seu corpo produzir mais colesterol.
O colesterol alto aumenta o risco de doenças do coração e pode levar a arteriosclerose, um problema em que gordura e colesterol se depositam nas paredes das artérias. Com o tempo, a arteriosclerose estreita as artérias e pode produzir sintomas de doenças do coração como angina (dor no peito) e ataque cardíaco.

É importante a alimentação saudável para poder manter um peso saudável.

- Coma frutas, vegetais, feijões, e cereais todos os dias.
- Evite gorduras saturadas, como a da manteiga e carne.
- Coma frango e peixe ao invés de carne vermelha.

Também é útil:

- Ler os rótulos dos alimentos para ver a quantidade de gordura e colesterol.
- Retirar a pele do frango antes de come-los.
- Beber leite desnatado ao invés do integral.
- Comer somente a clara do ovo.
  • lipoproteínas de baixa densidade (Low Density Lipoproteins ou LDL): acredita-se que são a classe maléfica ao ser humano, por serem capazes de transportar o colesterol do fígado até as células de vários outros tecidos. Nos últimos anos, o termo (de certa forma impreciso) "colesterol ruim" ou "colesterol mau" tem sido usado para referir ao LDL que, de acordo com a hipótese de Rudolf Virchow, acredita-se ter ações danosas (formação de placas arteroscleróticas nos vasos sanguíneos).
  • lipoproteínas de alta densidade (High Density Lipoproteins ou HDL): acredita-se que são capazes de absorver os cristais de colesterol, que começam a ser depositados nas paredes arteriais/veias (retardando o processo arterosclerótico). Tem sido usado o termo "colesterol bom" para referir ao HDL, que se acredita que tem ações benéficas.
Adulto sadio
Colesterol total ideal: até 200mg/dl
Limite aceitável: de 200mg/dl a 240mg/dl

Pessoas com fatores de risco
Colesterol total: até 130mg/dl

Pessoas com doenças coronarianas
Colesterol total: até 100mg/dl

Os alimentos de origem vegetal (verduras, legumes, frutas, leguminosas e grãos) ainda são ricos em fitosteróis, uma espécie de primo vegetal do colesterol (até a estrutura química deles é parecida). Os fitosteróis diminuem os níveis de mau colesterol no sangue e, por isso, protegem o seu coração.

Gordura trans=Gordura vegetal hidrogenada
Se na embalagem de qualquer produto tiver dizendo (Zero gordura trans), procure saber se tem gordura vegetal hidrogenada, porque se tiver significa  que tem sim gordura trans.

Limitar o consumo de queijos amarelos que são ricos em gordura saturada.

Frutas de coloração vermelha, alaranjada e roxas são ricas em antioxidantes que protegem as artérias do colesterol ruim.
Ex: uvas, ameixas, maçãs

Abacate ( diminui o colesterol ruim e aumenta o colesterol bom)
- 2 colheres de sopa de abacate por dia
- efeito aparece depois de 2 meses
- mais pot´ssio do que a banana
- bom para os ossos


As frutas cítricas como laranja, morango, goiaba e kiwi possuem a vitamina “C”, fundamental para o coração. Essa vitamina reforça as paredes das artérias e combate a formação das placas de gorduras.
A aveia, o feijão, maçã, cenoura, goiaba e os cereais, são fibras solúveis que auxiliam na remoção do colesterol ruim do corpo. Além das fibras, o tomate, é capaz de livrar as artérias do LDL ( colesterol ruim), pois ele cheio de licopeno (encontrada também na melancia e goiaba) pigmento vermelho que tem propriedades antioxidantes.

Farelo de aveia pode ser misturado com frutas e iogurte desnatado.

Linhaça com frutas.

Se você aumentar a quantidade de fibras na alimentação, você deve também aumentar a quantidade de água no decorrer do dia.

Fonte: 
http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/10621
http://www.minhavida.com.br
http://www.portaisdamoda.com.br
publicado por naoseirirsocialmente às 16:38
tags:

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
16

17
18
19
21
23

24
26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO