02 Outubro 2011
Você vai à academia, vê aquela gente toda se exercitando, entrando em forma. Mas ninguém vai ficar em forma para fazer alguma coisa. Na sociedade moderna, você não precisa ser fisicamente forte para fazer coisa nenhuma. O único motivo para eles ficarem em forma é conseguir fazer todo aquele exercício. Então a gente malha para ficar em forma para quando for a hora de malhar. Isso é comédia. 

Acho que muita gente vai concordar comigo: um dia não vai mais haver moda. Acho que, um dia, todos nós vamos vestir a mesma coisa. Porque toda vez que eu vejo um filme ou um programa na televisão onde há gente do futuro ou de outro planeta, eles estão todos usando a mesma roupa. Um dia eles decidiram: "Ora, chega disso. Daqui em diante, isso aqui é que vai ser nossa roupa. Um macacão prateado, com um decote em V, e botas. É isso aí. Vamos começar a visitar outros planetas e queremos parecer uma equipe." 

Eu estou ficando um pouco cansado de fingir que fico todo alegre sempre que é aniversário de alguém. Quero dizer, afinal, a essa altura, o que tem de mais? Quantas vezes temos de festejar que alguém nasceu? Todo ano, todo mundo, de novo e de novo? Tudo que você fez foi evitar morrer durante 12 meses. Grande coisa.
Ninguém gosta que lhe cantem "Parabéns para Você".
Ninguém gosta daqueles bolos com sorvete. Ninguém gosta de fingir que gostou do presente.
"Gostou mesmo?" "Gostei sim."* "Por que se não gostou, você pode trocar." * "Não, não, gostei de verdade."* "Só queria ter certeza."* "Adorei."* "Achei que você ia gostar." * "Sabe, é perfeito." *
* Tudo mentira.
Há toda uma indústria de maus presentes. Todos esses presentes "executivos", aquelas coisas estúpidas de bronze e madeira, com uma almofadinha verde embaixo: "E um organizador de tacos de golfe e gravatas, papai."
Nada se compara com o peso para papel em matéria de mau presente. Para mim, não há maneira melhor do que um peso para papel para se dizer a alguém: "Recusei-me a fazer o menor esforço para comprar um presente." E onde é que essa gente está trabalhando que o vento leva todos os papéis das mesas deles? A escrivaninha está em cima de algum caminhão na auto-estrada ou coisa parecida? Eles estão datilografando alguma coisa naquela torre no mastro principal de um navio? Para que eles precisam de um peso para papel? De onde vem tanto vento?
Alguém me deu um rádio para o chuveiro. Muito obrigado. Será que eu quero mesmo música no chuveiro? Acho que não há melhor lugar para dançar do que um chuveiro com o chão escorregadio, junto de uma porta de vidro.
Também adoro aquele certificado de presente. Ê um verdadeiro tapa na cara, não é? Tem aquela moldurinha em volta, para parecer uma coisa oficial. E um "diploma de não-ligo-amínima-para você". E isso que é um certificado de presente.
A. indicação mais clara da complexidade dos relacionamentos modernos são aqueles cartões sem nada escrito dentro. Nada, nenhuma mensagem. E como se os fabricantes de cartões dissessem: "Desistimos, você pensa em alguma coisa. Por 75 cents a gente não vai fazer esse esforço
Já aconteceu de você estar andando pela rua e vem um carro te seguindo, porque eles acham que você está indo para o seu carro e querem a vaga? Não é esquisito quando um carro anda com a mesma velocidade que você? Você repara que quando você pára, ele pára; você vira, ele vira — é como um carrinho gigante de controle remoto. Você pode dar uma corrida de repente, para ver se ele dá de cara num muro. Você pode ficar fazendo ziguezague e o cara acaba perdendo a carteira por estar dirigindo bêbado. Seria divertido.

Fonte:O melhor livro sobre nada do comediante Jerry Seinfeld
publicado por naoseirirsocialmente às 16:16

02 Agosto 2011
A preguiça é a vontade de descansar antes de ficar cansado
publicado por naoseirirsocialmente às 19:01

02 Agosto 2011
A preguiça é a vontade de descansar antes de ficar cansado
publicado por naoseirirsocialmente às 19:01

02 Agosto 2011
A preguiça é a vontade de descansar antes de ficar cansado
publicado por naoseirirsocialmente às 19:01

30 Julho 2011
Não grite a sua felicidade porque a sorte tem sono leve
publicado por naoseirirsocialmente às 17:59

30 Julho 2011
Não grite a sua felicidade porque a sorte tem sono leve
publicado por naoseirirsocialmente às 17:59

30 Julho 2011
Não grite a sua felicidade porque a sorte tem sono leve
publicado por naoseirirsocialmente às 17:59

28 Janeiro 2011

Saber Viver – 20 regras de Guerdjef


A tese de um pensador russo chamado Guerdjef, que no início do século passado já falava em autoconhecimento e na importância de se saber viver.
Dizia ele: “Uma boa vida tem como base o sentido do que queremos para nós em cada momento e daquilo que, realmente vale como principal“.
Assim sendo, ele traçou 20 regras de vida que foram colocadas em destaque no Instituto Francês de Ansiedade e Stress, em Paris.
Dizem os “experts” em comportamento que, quem já consegue assimilar 10 delas, com certeza aprendeu a viver com qualidade interna.
Ei-las:
1) Faça pausa de dez minutos a cada duas horas de trabalho, no máximo. Repita essas pausas na vida diária e pense em você, analisando suas atitudes.
2) Aprenda a dizer não sem se sentir culpado ou achar que magoou.  Querer agradar a todos é um desgaste enorme. E nem o Cristo conseguiu.
3) Planeje seu dia, sim, mas deixe sempre um bom espaço para o  improviso, consciente de que nem tudo depende de você.
4) Concentre-se em apenas uma tarefa de cada vez. Por mais ágeis que  sejam os seus quadros mentais, você se exausta.
5) Esqueça, de uma vez por todas, que você é imprescindível, no  trabalho, casa, no grupo habitual… Por mais que isso lhe desagrade, tudo anda sem a sua atuação, a não ser você mesmo.
6) Abra mão de ser o responsável pelo prazer de todos. Não é você a fonte dos desejos, o eterno mestre de cerimônias.
7) Peça ajuda sempre que necessário, tendo o bom senso de pedir as pessoas certas.
8) Diferencie problemas reais de problemas imaginários e elimine-os porque é pura perda de tempo e ocupam um espaço mental precioso para coisas mais importantes.
9) Tente descobrir o prazer de fatos cotidianos como dormir, comer e tomar banho… sem também achar que é o máximo a se conseguir na vida.
10) Evite se envolver na ansiedade e tensão alheias enquanto há ansiedade e tensão. Espere um pouco e depois retome o diálogo, a ação.
11) Família não é você, está junto de você, compõe o seu mundo, mas não é a sua própria identidade.
12) Entenda que princípios e convicções fechadas podem ser um grande peso, a trave do movimento e da busca.
13) É preciso ter sempre alguém em que se possa confiar e falar abertamente ao menos num raio de cem quilômetros. Não adianta estar mais longe.
14) Saiba a hora certa de sair de cena, de retirar-se do palco, de deixar a roda. Nunca perca o sentido da importância sutil de uma saída discreta.
15) Não queira saber se falaram mal de você e nem se atormente com esse lixo mental; escute o que falaram bem, com reserva analítica, sem qualquer convencimento.
16) Competir no lazer, no trabalho, na vida a dois, é ótimo… Para quem quer ficar esgotado e perder o melhor.
17) A rigidez é boa na pedra, não no homem. A ele cabe firmeza, o que é muito diferente.
18) Uma hora de intenso prazer substitui com folga 3 horas de sono perdido. O prazer recompõe mais que o sono. Logo, não perca uma oportunidade de divertir-se.
19) Não abandone suas três grandes e inabaláveis amigas: a intuição, a inocência e a fé!
20) E entenda de uma vez por todas, definitiva e conclusivamente: VOCÊ É O QUE SE FIZER SER!

Fonte: www.lifehacksbrasil.com.br
publicado por naoseirirsocialmente às 16:53

28 Janeiro 2011

Saber Viver – 20 regras de Guerdjef


A tese de um pensador russo chamado Guerdjef, que no início do século passado já falava em autoconhecimento e na importância de se saber viver.
Dizia ele: “Uma boa vida tem como base o sentido do que queremos para nós em cada momento e daquilo que, realmente vale como principal“.
Assim sendo, ele traçou 20 regras de vida que foram colocadas em destaque no Instituto Francês de Ansiedade e Stress, em Paris.
Dizem os “experts” em comportamento que, quem já consegue assimilar 10 delas, com certeza aprendeu a viver com qualidade interna.
Ei-las:
1) Faça pausa de dez minutos a cada duas horas de trabalho, no máximo. Repita essas pausas na vida diária e pense em você, analisando suas atitudes.
2) Aprenda a dizer não sem se sentir culpado ou achar que magoou.  Querer agradar a todos é um desgaste enorme. E nem o Cristo conseguiu.
3) Planeje seu dia, sim, mas deixe sempre um bom espaço para o  improviso, consciente de que nem tudo depende de você.
4) Concentre-se em apenas uma tarefa de cada vez. Por mais ágeis que  sejam os seus quadros mentais, você se exausta.
5) Esqueça, de uma vez por todas, que você é imprescindível, no  trabalho, casa, no grupo habitual… Por mais que isso lhe desagrade, tudo anda sem a sua atuação, a não ser você mesmo.
6) Abra mão de ser o responsável pelo prazer de todos. Não é você a fonte dos desejos, o eterno mestre de cerimônias.
7) Peça ajuda sempre que necessário, tendo o bom senso de pedir as pessoas certas.
8) Diferencie problemas reais de problemas imaginários e elimine-os porque é pura perda de tempo e ocupam um espaço mental precioso para coisas mais importantes.
9) Tente descobrir o prazer de fatos cotidianos como dormir, comer e tomar banho… sem também achar que é o máximo a se conseguir na vida.
10) Evite se envolver na ansiedade e tensão alheias enquanto há ansiedade e tensão. Espere um pouco e depois retome o diálogo, a ação.
11) Família não é você, está junto de você, compõe o seu mundo, mas não é a sua própria identidade.
12) Entenda que princípios e convicções fechadas podem ser um grande peso, a trave do movimento e da busca.
13) É preciso ter sempre alguém em que se possa confiar e falar abertamente ao menos num raio de cem quilômetros. Não adianta estar mais longe.
14) Saiba a hora certa de sair de cena, de retirar-se do palco, de deixar a roda. Nunca perca o sentido da importância sutil de uma saída discreta.
15) Não queira saber se falaram mal de você e nem se atormente com esse lixo mental; escute o que falaram bem, com reserva analítica, sem qualquer convencimento.
16) Competir no lazer, no trabalho, na vida a dois, é ótimo… Para quem quer ficar esgotado e perder o melhor.
17) A rigidez é boa na pedra, não no homem. A ele cabe firmeza, o que é muito diferente.
18) Uma hora de intenso prazer substitui com folga 3 horas de sono perdido. O prazer recompõe mais que o sono. Logo, não perca uma oportunidade de divertir-se.
19) Não abandone suas três grandes e inabaláveis amigas: a intuição, a inocência e a fé!
20) E entenda de uma vez por todas, definitiva e conclusivamente: VOCÊ É O QUE SE FIZER SER!

Fonte: www.lifehacksbrasil.com.br
publicado por naoseirirsocialmente às 16:53

15 Novembro 2010
Não me acompanhe porque eu não sou novela
Se qués, se não qués, diz...
Me mira mas me erra

Latado - Bebeu todas as cervejas
ex.:Ele latou ontem ( bebeu muito)
Cara eles lataram ontem

Levei um golpe = tomei um beiço

Gran Bel - Telefone
Sprayts - Opinião
Cholado - Pessoa doida
Responsa - Responsável
Molha as palavras - Tomar uma cerveja
publicado por naoseirirsocialmente às 18:42

Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
15
17

18
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO